Bsbart

Festival Dulcina apresenta a companhia Os Melhores do Mundo no SESC Ceilândia

O Festival Dulcina traz "Tela Plana”, uma das atrações desta maratona teatral e começa nesse feriado, até o dia 19 de novembro.
Quando:
15/11/2023 11:00
-
19/11/2023 19:00
Local:
Distrito Federal

O Festival Dulcina traz “Tela Plana”, uma das atrações desta maratona teatral e começa nesse feriado, indo até o dia 19 de novembro.

Que tal aproveitar o feriado desta quarta-feira, dia 15 de novembro, para dar umas boas risadas com a cia de comédia “Os Melhores do Mundo”, no teatro Newton Rossi, que fica no Sesc Ceilândia, às 19:00 h e, além disso, com entrada franca. Pois a peça é mais um sucesso desse grupo que conquistou fama em todo o país e uma das atrações do Festival Dulcina, que acontece até o dia 19 de novembro. Mas o melhor é que você assiste de graça, com retirada dos ingressos a partir das 9 horas, dia 15 de novembro, na bilheteria do teatro.

Além disso, este ano o evento conta com 17 espetáculos de diferentes regiões do país e uma atração internacional que veio de Lima, Peru. Mas também prepararam uma homenagem ao jornalista e dramaturgo Alexandre Ribondi, que ganhou uma exposição no Espaço Cultural Renato Russo. Ou seja, no coração do evento e onde estão acontecendo apresentações durante todo o Festival.

O ser humano e a tecnologia

Para o coordenador geral do evento Cleber Lopes a participação de Os Melhores do Mundo é um presente para o público de Ceilândia, pois vão assistir a mais um sucesso da trupe brasiliense que conquistou o Brasil. O espetáculo “Tela Plana” fala da dependência do ser humano com a tecnologia. Pois ninguém vive mais sem o celular, TV, tablet, computadores. Eles estão nos carros, nas ruas, elevadores. A relação cada vez mais presente e dependente que temos com a tela plana, foi o mote para a criação do novo espetáculo da Cia. Os Melhores do Mundo.

Hoje ela é dobrável, redonda, touch e muito mais divertida. Afinal, pode ser sobre qualquer coisa, posto que absolutamente tudo está ali, refletindo, girando. Ou seja, a tela é plana, trágica, dramática, mas necessariamente arredondada para o humor, pois o grupo agora orbita nessas telas, e aproveitam enorme quantidade de informações desse metaverso. Além disso, o Festival Dulcina traz para o público uma série de esquetes inéditas.

Data: 15/11/23 – quarta-feira – 11:00 h

Local: Torre de TV – Praça Central da Feira

Sinopse: Romeu e Julieta é um pretexto para, mais uma vez, a Cia. Talagadá, por meio do Teatro de Formas Animadas, falar de temas tão pertinentes ao momento em que vivemos como: violência, intolerância, preconceito e discriminação em diferentes níveis e situações, para os quais a arte se faz tão necessária, seja como um artifício de fuga, engajamento político e social, ou, apenas, um modo lúdico de vingar a vida. Desse modo, buscou-se inspiração na vida e obra de Arthur Bispo do Rosário (1911 – 1989), negro, nordestino e pobre que foi diagnosticado como paranoico-esquizofrênico em uma interface com o clássico de Shakespeare, propondo ao expectador, além de uma experiência cômica, lúdica e onírica, também uma reflexão política e social, na qual, mas que compadece do amor impossível dos protagonistas, pensar nas consequências dos atos que nós mesmos representamos, seja como “Capuletos” ou “Montéquios”.

Duração: 60 minutos

Classificação Indicativa: livre

Data: 15/11/23 – quarta-feira – 19:00 h

Local: Teatro Newton Rossi – SESC Ceilândia

Sinopse: Ninguém vive mais sem o celular, TV, tablet, Computadores. Eles estão nos carros, nas ruas, elevadores. Pois essa relação cada vez mais presente e dependente que temos com a tela plana, foi o mote para a criação do novo espetáculo da Cia. Os Melhores do Mundo. Hoje ela é dobrável, redonda, touch e, melhor, divertida. Afinal, pode ser sobre qualquer coisa, posto que absolutamente tudo está ali, refletindo, girando. Porque a tela é plana, trágica, dramática, mas necessariamente arredondada para o humor, o grupo agora orbita nessas telas, e aproveitam a enorme quantidade de informações desse metaverso. Além disso, traz para o público uma série de esquetes inéditas que giram em torno de… do… do quê mesmo?

Duração:  80 minutos 

Classificação indicativa: 14 anos 

Miró: Estudo  nº 2 (PE)

Local: Teatro Garagem – SESC 913 Sul – 20:00 h

Sinopse: Personagem é qualquer ser atuante de uma história ou obra. Normalmente é uma pessoa, mas pode ser um animal, um ser fictício ou um objeto. Mas também pode ser uma locação, como o Castelo da Disney, ou pode ser um personagem. Aliás, esses personagens podem ter nomes ou não, serem reais ou fictícios, pois tudo pode ser um personagem. Isso é o que diz o Wikipedia, mas o que dirá o Estudo N°2? Que comece o jogo deste espetáculo, idealizado em 2015, quando o grupo teatral pernambucano Magiluth passou por um momento de reformulação interna gigantesco, devido a encontros e trocas com grandes artistas. Entre esses encontros, a aproximação com um dos mais importantes poetas pernambucanos da contemporaneidade, Poeta Miró da Muribeca. “Miró: estudo N°2”, o jogo proposto é: como fazer um personagem?

Duração: 80 min

Classificação: 16 anos

Festival Dulcina

Data: 16/11/23 – quinta-feira – 15:00 h

Local: Teatro Newton Rossi – SESC Ceilândia

Sinopse: Übercapitalismo coloca em cena dois personagens do mundo atual, o Entregador e o Coach de Finanças. Ou seja, aqueles que evidenciam as contradições do capitalismo e da ideologia da meritocracia. O encontro desses dois personagens – vividos por Abaetê Queiroz e Lupe Leal – promove um olhar sobre os avanços tecnológicos a serviço dos processos de exploração do ser humano, por ele próprio. Mas nossa tragédia social é apresentada com uma crítica simultaneamente ácida e cômica.

Duração: 60 min

Classificação indicativa: livre

(Será realizado bate papo com o público ao final da apresentação)

Data: 16/11/23 – quinta-feira – 17:00

Local: SDS – CONIC, Praça Zumbi dos Palmares – Setor de Diversões Sul (veja sinopse acima)

Dia 17/11/23 – sexta-feira

Data: 17/11/23 – sexta-feira – 20:00 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo – Teatro Galpão Hugo Rodas

Sinopse: O espetáculo expõe as opressões contra as mulheres negras em diferentes lugares de fala e tempos históricos, como um grito contundente contra o condicionamento social que as marginaliza, julgam e aprisionam. A partir de fragmentos de diferentes versões do mito clássico, elementos musicais e referências da cultura negra, o monólogo de Márcia Limma provoca o público a refletir sobre o seu lugar no processo de descolonização e evoca o poder das mulheres negras para reagir às violações e lutar pela libertação. Desde sua estreia, em 2018, a peça já foi indicada a diversos prêmios e circulou por festivais internacionais na Alemanha, Uruguai e Portugal, dentre diversos festivais nacionais como o Festival nordestino de Guaramiranga, Festival de Arte Negra-FAN, FIT São José do Rio Preto entre outros importantes do país.

Duração: 50 min

Classificação indicativa: 12 anos 

Data: 17/11/23 – sexta-feira – 21:00 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo – Sala Marco Antônio Guimarães

Sinopse: A Cia Talagadá, na construção desse projeto, se propôs a um novo desafio artístico: saciar o ímpeto político de denunciar atitudes as quais acham-se contrárias ao desenvolvimento humano e, ao mesmo tempo, transcender sua capacidade criativa através de poéticas visuais e do teatro de formas animadas. Proporcionando, de fato, uma comunhão entre público e espectador e não apenas um projeto que satisfaça uma das partes, seja o entretenimento ou a doutrina de um pensamento estético e filosófico. Pois o existencialismo entra como tema principal, após diversas pesquisas, em resposta à necessidade dos integrantes da companhia em falar de si mesmos, mas também do impacto com o mundo a sua volta; o poder e a influência que a mídia no mundo atual e na difusão de uma alienação generalizada.

Duração: 60 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Data: 18/11/23 – sábado – 18:30 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo 

Sinopse: Livro é árvore, verso já foi traço escrito na terra arada. Os verbos são passado e presente simultâneos. Mas nenhuma palavra termina em si mesma, os corpos também não. Num rito coletivo de festa e de teatro, uma casa se reabre às/aos convivas e reaprende: como estarmos juntos novamente? Quatro artistas (Eliel Carvalho, Jota Júnior Santos, Nelson Albuquerque e Silvianne Lima), tal qual páginas soltas de um livro, folheiam o tempo e convidam o público a percorrer um lugar, um ontem, uma vida, um agora, um país, um amanhã. Este texto-peça, criado em 2021, é um encontro, uma confidência, uma roda de conversa. Ou seja, um convite para fazer dançar as memórias de cada um e de todos nós; do grupo Pavilhão da Magnólia; e do Brasil. Ao dançarem juntas, fazem aparecer os fantasmas de nosso país, feridas nunca superadas.

Duração: 100 min

Classificação Indicativa: 16 anos

Data: 18/11/23 – sábado – 19:00 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo –Teatro Galpão Hugo Rodas

Sinopse: Senhora P dialoga sobre violências contra mulheres e discute as multiplicidades de abusos cometidos em territórios públicos e privados. Além disso, essa peça passeia entre a distopia e a hiper-realidade, onde uma Professora é confrontada com um turbilhão de interrogatórios, memórias e anseios de outros futuros possíveis. A obra usufrui de uma estrutura composta por aulas, depoimentos e um interminável interrogatório que lançam Adriana Lodi, atriz/personagem, numa busca por encontrar formas de agir contra os processos de subordinação, adestramento e opressão impostas pelo patriarcado capitalístico colonial. A criação do espetáculo é assinada pelo Coletivo coquetel molotov e contou com a participação de Daniela Diniz, Fernando Villar, Rodolfo Godoi para a construção da dramaturgia autoral. 

Duração: 80 min

Classificação indicativa: 16 anos 

Data: 18/11/23 – sábado – 20:00 h

Local: Espaço Cultural Semente – Gama (veja sinopse acima)

(Será realizado bate papo com o público ao final da apresentação)

Data: 19/11/23 – domingo – 18:00 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo – Teatro Galpão Hugo Rodas

Sinopse: O solo do ator Pablito Kucarz, leva à cena a história de sua mãe. Uma mulher comum, como diversas outras mães que abandonaram sua casa muito jovens, para trabalhar na cidade grande. Mas esse solo também se permite questionar esta história quando, em busca de sua própria identidade, se confronta com temas como preconceito, bullying, machismo e violência. Com tom suave a narrativa tem ares de fábula pessoal ao lançar mãos de metáforas poderosas: a família que é um arquipélago, juntos porém separados pela água salgada; o garoto mariposa, agredido por ser diferente dos outros garotos; a pedra lançada como um projétil que ao invés de ferir prefere dançar. Uma excelente peça teatral no Festival Dulcina.

Duração: 50 min

Classificação indicativa: 14 anos

Data: 19/11/23 – domingo – 19:00 h

Local: Espaço Cultural Renato Russo

9h às 13h – Workshop “Estudando os Estudos”, grupo Magiluth com Lucas Torres Espaço Cultural Renato Russo

“Estudando os Estudos” visa explicitar os caminhos percorridos pelo grupo Magiluth para a construção dos seus dois últimos trabalhos “Estudo nº 1: Morte e vida” e o “Miró:Estudo nº2”

14h às 18h – Workshop “Estéticas de terreiros na construção do corpo do intérprete médium” com  Ricardo César

Local: Complexo Cultural de Samambaia

O encontro vai trabalhar exercícios físicos e vocais a partir de exercícios baseado na corporeidade afro-ameríndia dos povos tradicionais de terreiro. Será proposto também construção de pequenas cenas para maior percepção destas técnics de interpretação e criação cênica.

Festival Dulcina

Acontece de 10 a 19 de novembro de 2023 em vários teatros do Distrito Federal.

Bilheteria para o Festival Dulcina nos seguintes locais

Espaço Cultural Renato Russo

Teatro Garagem – SESC 913 sul

bilheteriadigital.com

R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia)

Entrada Franca nos seguintes locais

Teatro Paulo Autran – SESC Taguatinga Norte

Teatro Newton Rossi – SESC Ceilândia

Espaço Cultural Semente – Setor Central – Gama (ao lado da Rodoviária)

Torre de TV – Praça da Feira 

Praça Zumbi dos Palmares – SDS 

Rodoviária do Plano Piloto

Todos os espetáculos tem acessibilidade com tradução em libras e audiodescrição. É necessário agendamento de audiodescrição até 48h antes do espetáculo, pelo WhatsApp: 61 9860-1384

Programação completa no site www.festivaldulcina.com.br

Mídias relacionadas:

No Site BSB Art você encontra informações sobre Teatro, Exposiçõe, Cinema, Livros e muito mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

iphone 15 pro
banner iphone
banner iphone