Bsbart

Saiba a data e horário do desfile das Escolas de Samba do Rio

O desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro acontece nos dias 11 e 12 de fevereiro
Quando:
11/02/2024 22:00 pm
-
11/02/2024 22:00 pm
Local:
Marquês de Sapucaí

Quem gosta de carnaval não perde o desfile das 12 Escolas de Samba do Grupo Especial, que acontece nos dias 11 e 12 de fevereiro. Veja os horários!

O desfile das Escolas de Samba acontece nos dias 11 e 12 de fevereiro na Marquês de Sapucaí, que fica na cidade do Rio de Janeiro. O desfile tem 12 escolas e a apuração ocorrerá na Cidade do Samba, na Apoteose, no dia 14 de fevereiro.

O carnaval 2024 está bem perto de acontecer e além dos Blocos de Rua de várias cidades, também é hora dos cariocas e turistas se programarem para curtir o samba na Avenida Marquês de Sapucaí, ou na Rede Globo, que transmite toda a festa ao vivo.

Portanto, você vai poder torcer pela escola favorita e sentir o seu coração bater no ritmo da bateria, mesmo se não estiver no Rio de Janeiro. Mas saiba que esse desfile só acontece após vários ensaios nos barracões, nas ruas do Rio e após um desfile-teste na Sapucaí. O BSB Art traz a ordem e o horário do desfile, saiba quando a sua Escola de Samba favorita vai entrar na avenida

O carnaval carioca tem 12 Escolas de Samba, mas todas elas fazem parte do Grupo Especial. Cada agremiação desfila por cerca de 1h15 cada uma e esse desfiles acontecem em dois dias. Tradicionalmente a campeã da Série Ouro, a escola que acabou de chegar ao Grupo Especial, se apresenta em primeiro, antes de todas as outras. A Escola de Samba desse ano é a Porto da Pedra, por isso ela vai abrir o desfile na Marquês de Sapucaí.

22:00 h: Porto da Pedra

23:15 h: Beija-Flor

00:30 h: Salgueiro

01:45 h: Grande Rio

03:00 h: Unidos da Tijuca

04:15 h: Imperatriz Leopoldinense

22:00 h: Mocidade Independente

23:15 h: Portela

00:30 h: Vila Isabel

01:45 h: Mangueira

03:00 h: Paraíso do Tuiuti

04:15 h: Viradouro

Conheça o enredo das escolas de samba

Retornando ao Grupo Especial, o Tigre de São Gonçalo apresenta um desfile sobre o “Lunário Perpétuo: A Profética do Saber Popular”, um almanaque que remete à era medieval, no século XIV.

A escola de Nilópolis desfila com “Um delírio de carnaval na Maceió de Rás Gonguila”. Esse enredo é uma homenagem à capital alagoana e Rás Gonguila é filho de escravizados, mas acreditava ser descendente da realeza etíope.

A Bateria Furiosa, como sempre, promete animar o público da Sapucaí, dessa vez com o enredo “Hutukara”, do carnavalesco Edson Pereira. Ou seja, na língua yanomami, a palavra significa “o céu original a partir do qual se formou a terra”.

Com o enredo “Nosso destino é ser onça”, os carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora trarão uma reflexão sobre a simbologia do animal no cenário cultural brasileiro.

O fado embala a avenida nesse enredo de Alexandre Louzada. Pois a agremiação levará para a Marquês de Sapucaí a história de Portugal, mostrando lendas e contos portugueses em “O conto de fados”.

A atual campeã do carnaval carioca defende o bicampeonato e traz o enredo “Com a sorte virada pra lua segundo o testamento da cigana Esmeralda”. Com autoria de Leandro Vieira, o tema é inspirado na obra escrita, há mais de 100 anos, por Leandro Gomes de Barros.

A verde e branca de Padre Miguel entra na avenida para falar sobre a fruta do cajueiro, com o enredo “Pede caju que dou… Pé de caju que dá!”. Esse samba foi escrito por Marcelo Adnet e Paulinho Mocidade, por isso viralizou antes do carnaval chegar.

Inspirado pelo romance da escritora Ana Maria Gonçalves, o enredo “Um defeito de cor” reconta os caminhos imaginados da história da mãe Preta Luíza Mahim.

Esse ano a escola de Noel Rosa reedita o enredo “Gbala: Viagem ao Templo da Criação”, de 1993. O objetivo desse enredo é ressaltar a importância das crianças na criação de um mundo melhor.

Com o enredo “A negra voz do amanhã”, a famosa verde e rosa faz uma homenagem à cantora Alcione. Além disso, o desfile promete fazer referências ao Maranhão, terra natal da marrom.

A escola de São Cristóvão faz uma homenagem a vida e história do marinheiro brasileiro João Cândido, que lutou contra os maus-tratos e a má alimentação, com o enredo “Glória ao Almirante Negro!”.

A Viradouro entra na avenida com o enredo “Arroboboi, Dangbé”, que aborda a energia do culto ao vodum serpente.

Local: Marquês de Sapucaí – Rio de Janeiro
Dia: De 11 à 12 de Fevereiro – A partir das 22:00 h

Acompanhe toda a agenda de Carnaval no site BSB Art e aproveite essa festa brasileira com muita paz e amor.

Mídias relacionadas:

No Site BSB Art você encontra informações sobre Teatro, Exposiçõe, Cinema, Livros e muito mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

iphone 15 pro
banner iphone
banner iphone